sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

O Brasil e o Mundo em 2011: Bin Laden é morto, Primavera Árabe agita o Oriente Médio, massacre em escola de Realengo, a fúria da natureza assola o Japão, um ano super agitado

O Blog Contando a História está de volta depois de dois anos e hoje vamos relembrar o que de mais importante aconteceu em 2011, ano que marcou uma nova fase ao Blog de knunes que deixava o UOL depois de 3 anos para migrar ao Blogger.







Dilma Rousseff toma posse como a primeira mulher a ser eleita presidente da República. E seu primeiro ano de governo ficará marcado pela queda de sete ministros. O primeiro deles foi Antonio Palocci, defenestrado da Casa Civil por enriquecimento ilícito em seu patrimônio, na sequência caíram Alfredo Nascimento, Wagner Rossi, Pedro Novais, Orlando Silva e Carlos Lupi.



O Rio de Janeiro voltou a viver o pesadelo das chuvas, menos de um ano depois. A região de Petrópolis foi a mais castigada com mais de 900 mortos.



Também no Rio, só que em Realengo um drama dentro da sala de aula. Wellington Menezes de Oliveira invadiu a escola Tarso da Silveira e atirou matando 12 crianças. Ele cometeu suicídio logo depois.





No cenário internacional o ano foi marcado pela Primavera Árabe, o movimento que começou na Tunísia e chegou ao Egito onde a população se reuniu na Praça Tahir para derrubar do poder o presidente Hosni Mubarak. Na Líbia caiu a ditadura de Muammar Kadafi, capturado e morto pelos rebeldes.





No Japão uma tsunami seguida de terremoto deixou um saldo de 20 mil mortos e milhares de desaparecidos. A usina nuclear de Fukushima foi palco da maior tragédia nuclear desde Chrenobyl. Três dos seis reatores derreteram liberando radiação.



O fim de uma caçada: O terrorista Osama bin Laden foi morto por tropas americanas e seu corpo jogado ao mar. O chefe da al Qaeda foi o responsável pelos atentados de 11 de setembro de 2001. O terror chegou à Noruega onde um ultranacionalista abriu fogo contra civis em Oslo e na ilha de Utoya.





A magia do casamento voltou com o casamento real de William e Kate numa cerimônia que lembrou o casamento real de Charles e Diana.







Na TV os destaques foram: a tumultuada passagem de José Luiz Datena pela Record, o adeus de Fátima Bernardes à bancada do Jornal Nacional e a homenagem feita pela Globo aos 60 anos da telenovela com o remake de O Astro.









Nas pistas um ano sangrento com quatro pilotos mortos em acidentes. Na Stock Car brasileira houve a morte de Gustavo Sondermann, nas motos o italiano Marco Simoncelli, no turismo argentino com Guido Falaschi e na Fórmula Indy o inglês Dan Wheldon perde a vida num dos mais horríveis acidentes dos últimos anos quando 15 carros se envolveram. Wheldon havia sido convidado dessa prova, mas não resistiu aos ferimentos. Antes de morrer ganha pela segunda vez as 500 milhas de Indianápolis nos metros finais.



O alemão Sebastian Vettel conquista o bicampeonato mundial de Fórmula 1 e ratifica a Alemanha na condição de país das pistas.





O MMA explode de vez no país graças à Anderson Silva que vence Vitor Belfort. O ano esportivo teve ainda o título inédito de Fabiana Murer no salto com vara e no Pan de Guadalajara o Brasil conquista 141 medalhas, sendo 48 de ouro ficando em terceiro lugar.











No futebol os destaques foram o supertime do Barcelona que ganhou tudo, atropelando na final do Mundial de Clubes o Santos de Neymar e o Uruguai ganhando a Copa América da Argentina. No Brasil o Vasco conquista a Copa do Brasil e briga cabeça a cabeça com o Corinthians que acaba sendo campeão depois de passar pelo vexame de ser eliminado na Libertadores pelo Tolima e Ronaldo Fenômeno pendura as chuteiras.















2011 foi ano de dizer adeus para a cantora Amy Winehouse que perdeu a batalha para as drogas, o ex- presidente Itamar Franco, a atriz Elizabeth Taylor, o ex- vice presidente José Alencar, Steve Jobs, criador da Apple e que transformou a informática para sempre, do Doutor Sócrates, craque da seleção e do Corinthians, do carnavalesco Joaosinho Trinta e do ator Sérgio Britto.

O quadro volta em breve com o que foi notícia em 2012.