domingo, 10 de novembro de 2013

O Brasil e o Mundo em 2010: Dilma é eleita presidente, Haiti é devastado em terremoto, mineiros são resgatados no Chile, Rio de Janeiro vira o jogo contra o tráfico, Bruno entra em desgraça e Espanha conquista Copa na África do Sul

O Blog Contando a História relembra hoje o que de mais importante aconteceu em 2010, último ano do Blog de knunes no provedor UOL.







Pela primeira vez o Brasil elegeu uma mulher para a presidência. Com 56% dos votos, Dilma Rousseff é eleita presidenta da república numa eleição dramática e tensa. A sucessão de Lula foi tensa e os candidatos debateram pouca coisa sobre projetos para o Brasil e questões como descriminalização do aborto e a comparação entre os governos de FHC e Lula dominaram a campanha. No primeiro turno, Dilma não levou por causa de Marina Silva que obteve 20 milhões de votos e com isso ela foi para o segundo turno com José Serra. E no segundo turno, Dilma foi eleita com mais de 55 milhões de votos.



Candidato símbolo de protesto o palhaço Tiririca conquista o eleitorado ao ser eleito o deputado mais votado do país com o slogan Pior que tá não fica. Tiririca foi acusado de ser analfabeto, mas se elegeu com mais de 1,5 milhão de votos.



José Roberto Arruda se tornou o primeiro governador preso na história. Ele acabaria perdendo o mandato por conta da crise causada pela Operação Caixa de Pandora. Brasília teve quatro governadores no ano: o próprio Arruda, Paulo Octávio, Wilson Lima e o governador tampão Rogério Rosso que concluiu o mandato.



O Banco Pan Americano de propriedade de Sílvio Santos acaba tendo suas contas fraudadas em R$ 2,5 bilhões. Silvio teve de oferecer todas as empresas do Grupo Silvio Santos, dentre elas o SBT foram dadas como garantia. O banco foi vendido no ano seguinte.





Forças militares e policiais retomaram o controle do Complexo do Alemão, que durante anos foi ponto de controle do tráfico de drogas. Depois de quatro dias o morro voltava ao controle do estado.





Um crime cercado de mistério. O goleiro Bruno, ídolo do Flamengo se transforma em réu por seu suposto envolvimento no desaparecimento de Eliza Samúdio. Ele é preso junto de outros três suspeitos. Outro crime chocante do ano foi a morte da advogada Mércia Nakashima, morta por Mizael Bispo que é julgado em 2013.



Um dos países mais miseráveis do planeta, o Haiti sofre um devastador terremoto de 8.0 graus na escala Richter matando mais de 230 mil pessoas, dentre elas a médica Zilda Arns, que coordenava a Pastoral da Criança.



Aqui no Brasil a tragédia das chuvas deixou rastro de destruição e morte. Em janeiro a cidade de Angra dos Reis sofre com a morte de 53 pessoas. Em abril a maior chuva em 44 anos deixa mais de 250 mortos na região serrana e em Niterói.





Um drama com final feliz no Chile: 33 mineiros que ficaram soterrados na Mina San José são resgatados com vida e comovem o mundo.



Alegria na família Real. O príncipe William anuncia seu noivado com a plebeia Kate Middleton. O anúncio traz à tona a lembrança do casamento de Charles com Diana.





A primeira Copa do Mundo em território africano foi conquistada pela seleção da Espanha. A Fúria enfim era campeã mundial com uma geração de jogadores vencedores. A seleção da Holanda mais uma vez ficou com o vice. As decepções ficaram com Itália e França que ficaram na primeira fase.





O Brasil foi pra Copa com um técnico arrogante e um time limitado. Dunga comandou o time e a campanha não chegou a empolgar. Na primeira fase penamos pra ganhar da Coreia do Norte, ganhamos bem da Costa do Marfim e empatamos com Portugal. Nas oitavas vencemos o Chile, na partida contra a Holanda o Brasil faz um brilhante primeiro tempo, tinha tudo pra matar o jogo, mas perdeu oportunidades. Na segunda etapa o castigo veio em dobro com os dois gols de Sneijder. O time se descontrola e Felipe Melo é expulso ao pisar em Robben. O descontrole emocional e psicológico destrói o time de Dunga que volta mais cedo pra casa.





Na Fórmula 1 começa uma nova era. Sebastian Vettel conquista seu primeiro título mundial no ano em que Michael Schumacher voltava às pistas, mas decepciona. Felipe Massa é a nova vítima do nefasto jogo de equipe da Ferrari e no GP da Alemanha teve de ceder a uma ordem de equipe e deixou Fernando Alonso passar. A partir daí sua carreira entra em decadência.









Neymar começa a se destacar com a camisa do Santos. Junto de Ganso e Robinho o Peixe conqusita os títulos paulista e da Copa do Brasil. No Brasileirão o título ficou com o Fluminense, liderado pelo argentino Dario Conca.





O Internacional conquista a Libertadores, mas no Mundial de Clubes perde para o desconhecido Mazembe do Congo e dá adeus ao bicampeonato.









O ano teve como perdas mais importantes o escritor José Saramago, único escritor de língua portuguesa a vencer o Prêmio Nobel, o ex- presidente argentino Néstor Kirchner, o jornalista Armando Nogueira, o designer Cyro del Nero, o ator e diretor Dennis Hopper, o delegado Romeu Tuma e o político Orestes Quércia.

Em breve os principais fatos de 2011.

8 comentários:

  1. Por.. veio Vc tem que continuar.. 👍👍👍

    ResponderExcluir
  2. neste mesmo ano morre o cara que contava estas historias que pararam aqui

    ResponderExcluir
  3. neste mesmo ano morre o cara que contava estas historias que pararam aqui

    ResponderExcluir
  4. neste mesmo ano morre o cara que contava estas historias que pararam
    aqui

    ResponderExcluir
  5. neste mesmo ano morre o cara que contava estas historias que pararam
    aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não morri não, estou vivo, mas dei uma parada e em breve retornarei.

      Abraços e obrigado por visitar!

      Excluir
    2. Já ia perguntar se morreu mesmo kkk

      Excluir